Culpa X Responsabilidade

Li um livro recentemente que super me identifiquei em muitos aspectos, o nome dele é A Sutil Arte de Ligar o F*da-se – uma estratégia inusitada para uma vida melhor, de Mark Manson.

Resenha Editora Intrínseca

Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.
Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva – sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se.
Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.
Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.

O título me chamou a atenção para ler a resenha, a qual me despertou uma curiosidade bem grande e acabei me surpreendendo positivamente com esse livro.

Me identifiquei bastante com alguns trechos em específico:

Venho numa vibe de aprender a me responsabilizar por tudo que acontece na minha vida e comecei a me dar conta do quanto me eximia dessa responsabilidade, simplesmente me fazendo de vítima e jogando para o outro. Poder reconhecer minhas crenças limitantes, coisas que crio na minha cabeça, vou alimentando e pego como verdade total. E junto vem forte as descobertas dos meus erros e falhas e o quanto preciso melhorar como ser humano, mas que se eu não estivesse aberta a me apoderar de minhas decisões e tudo mais que acarreta, nunca conseguiria chegar a esse ponto. Dizer não e aprender a ouvir não é um ponto a ser trabalhado, mas que venho obtendo sucesso e me orgulho muito disso. O mais incrível disso tudo pra mim é que quando passei a ter essas percepções, fica mais fácil identificar o que estou fazendo de verdade e ficar atenta para me corrigir.

A culpa é por escolhas que já foram feitas e a responsabilidade são as escolhas que estão sendo feitas agora.

É um soco no estômago mas eu sou a única pessoa responsável pelas minhas próprias escolhas, mesmo que a culpa não seja minha, eu escolho cada ação e sou responsável por elas.

Eu era uma pessoa que tomava para mim os problemas alheios e já falei aqui sobre isso, sobre tudo que estava por trás dessa “boa ação”.

Aprendi a negar muita coisa, para o meu próprio bem e só ganhei com tudo isso.

Sigo trabalhando minhas culpas e responsabilidades, pois é um trampo diário.

Dani Braz. #danisemfiltros

Um comentário em “Culpa X Responsabilidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: